facebooktwitter

Pacientes da Rede Lucy Montoro de Reabilitação participam do Primeiro Módulo do Projeto Visagismo e Automaquiagem

Os pacientes do IMREA Umarizal foram os primeiros a serem contemplados com o módulo inicial do Projeto Visagismo e Automaquiagem: Pele, que deve acontecer em todas as unidades da Rede Lucy Montoro da capital.

O projeto foi idealizado pelo Centro de Comunicação Institucional em parceria com Celso Lumi, maquiador e visagista da Natura, com apoio das equipes assistenciais dos Serviços de Terapia Ocupacional e Psicólogas.

Divido em três módulos, que acontecerão entre os meses de março, abril e maio, o projeto pretende promover aos pacientes do Instituto de Medicina Física e Reabilitação do HCFMUSP uma vivência em visagismo e maquiagem para valorizar a imagem pessoal de cada um, por meio de cuidados com cabelos, barba e pele, contribuindo para o processo de reabilitação e retomada da autoestima.

Com o tema Pele, durante o primeiro módulo, Lumi explicou aos pacientes os conceitos sobre composição e tipos de pele e praticou com o grupo um passo a passo para a correta higienização do rosto, até chegar na aplicação da base.

"Higienizar a pele do rosto começa com movimentos circulares e ascendentes que estimulam a produção de colágeno e elastina. Após, vem a hidratação, de acordo com a textura das peles mistas, oleosas ou secas", explicou Lumi. "É importante também aplicar sempre o filtro solar pois diminui os riscos da exposição ao sol".

Para finalizar, o profissional orientou os pacientes quanto a escolha da base a ser aplicada, de acordo com a coloração da pele do rosto, mostrando como descobrir a cor mais adequada.

"A base foi aplicada com pincel específico para a textura adequada: finas, pastosas ou de efeito mate (aquele que tem pó em sua composição e evita o brilho, deixando a pele mais seca e opaca). O resultado é um rosto limpo, sem manchas e naturalmente tratado, sem a impressão de que a base foi aplicada como 'maquiagem'", finalizou.

"Amei participar do módulo pele, tenho muita restrição ao usar base e agora consegui entender uma forma de aplicá-la corretamente no meu rosto", comentou a paciente Amanda Siqueira Silva.

"Gostei, pois o módulo ajudou a desmistificar o machismo de que o homem não usa produtos para pele e rosto. Sou uma pessoa mais relaxada com esta parte, apesar das enfermeiras me alertarem sobre a necessidade cuidar da pele. Agora, ficou mais fácil adquirir esta consciência", ressaltou o paciente José Lopes Ricardo.

O próximo módulo, que acontecerá em abril, terá Olhos como tema e trará muitas surpresas aos pacientes.